baner_arquitetando6.jpg

Arquitetura e Design em São Paulo

Eu e minhas queridas amigas designers Sandra Rossi e Juliana Pires estivemos em São Paulo conferindo os eventos de arquitetura e Design que acontecem no momento!


Nossa primeira visita foi a Casa de Vidro de Lina Bo Bardi, em seguida fomos conferir a Exposição “Modernos e Eternos” e fechamos o dia visitando a importante mostra de decoração “Mostra Black”


CASA DE VIDRO

Nossa primeira visita foi a casa de vidro, considerada um marco da arquitetura de São Paulo, a casa foi construída por Lina Bo Bardi, em 1951, para a residência do casal. O jardim da casa, em um terreno de 7.000 m2, no Morumbi, é raro exemplo de conservação da mata brasileira.


É na Casa de Vidro que hoje funciona o Instituto Lina Bo e P.M. Bardi, criado em 1990, por uma decisão pessoal de Bardi, com o apoio de Lina.


O acervo pessoal, reunido pelo casal ao longo de sua vida, foi doado para o Instituto com o objetivo de promover, pesquisar e divulgar os campos da arte e da arquitetura no Brasil.

É constituído de obras de arte, móveis, documentos, objetos, desenhos de Lina e fotografias que registram recepções e o gosto de ter visitas de seus amigos e colabores em sua casa.

Durante o período da exposição Lina em Casa: Percursos, que acontece na Casa de Vidro até 19 de julho de 2015, a visitação é aberta ao público de quinta a domingo, das 10h às 16h.

http://www.institutobardi.com.br/


E
xposição “Modernos e Eternos”

Sob o comando da designer de interiores Maria di Pace, o di Pace Arte & Design espaço cultural dedicado a exposições, palestras e eventos culturais em geral – abre as portas para a segunda edição da mostra Modernos & Eternos’que ocorre entre os dias 18 e 28 de junho.

A mostra utiliza móveis de lojas vintage e antiquários, além de peças contemporâneas, inclusive autorais, tem todos os seus itens à venda, entre mobiliário e objetos.


Para a edição deste ano, foram convidados nove escritórios de arquitetura e design de interiores da cidade e do País. como Otávio Debeus, Henrique Steyer; Samuel Lamas; Diego Revollo; Marcela Penteado e Kika Mattos; Triplex Arquitetura; Suite Arquitetura, Marcelo Borges e Arthur Athayde e também a a arquiteta-paisagista Heloisa Botelho Caparica que assina a área externa com plantas, além de móveis contemporâneos da Casual.


Mostra_black_1.jpg


Mostra Black


Além de ser considerada a mais importante mostra de decoração do país, o evento traz a sua 4ª edição uma parceria inédita com a Prefeitura de São Paulo em prol de melhorias e da ampliação das áreas verdes do Parque do Ibirapuera.

A mostra reúne arquitetura, decoração, design, paisagismo, cultura, arte e lifestyle em um endereço especial: na Oca, no Parque do Ibirapuera.

A mostra é composta de 15 espaços assinados pelos profissionais convidados, como Arthur Athaide; Camila Klein; Carolina Maluhy; Debora Aguiar; Erick Figueira de Mello; Guilherme Torres; Joao Armentano ;Juliana Vasconcellos;Marcelo Borges; Marcelo Salum, ;Maximiliano Crovato; Osvaldo Tenório; Roberto MigottoSuite; Triplex ; Suíte Arquitetos;


mostra-black-Camila_Kleinjpg.jpg




O ambiente da arquiteta Camila Klein foi feito em homenagem ao arquiteto Ruy Ohtake, o ambiente de 58 m² une living, jantar e home.

O espaço pensado para uma família agitada apresenta linhas escultóricas nas paredes de madeira, que se sobrepõem umas as outras, além de novos padrões de revestimentos.

Os desenhos orgânicos combinados ao mármore na área de jantar, o carpete que se transforma em parede e a lareira com design contemporâneo são alguns dos destaques do décor.

mostra-black-Ambiente_Guilehrme_Torres.jpg


O arquiteto Guilherme Torres inspirou-se na Oca e na época da construção do edifício (1954) para fazer seu ambiente.

As transformações da econômica no mundo todo mudaram o consumo e o comportamento de parte da população residente nos grandes centros urbanos e, com isso, a paisagem desses centros também se modernizou.

Foram justamente os novos conceitos de construção de edifícios e casas lançados - formas mais livres, mais funcionais e menos adornadas, acompanhadas por uma decoração de interiores mais despojada.

Mostra_black_maximiliano.jpg







A proposta do arquiteto Maximiliano Crovato foi trazer um perfume dos anos 1970 a um ambiente absolutamente contemporâneo.


Nuances de rosa aparecem no teto e no pilar único da arquitetura de Niemeyer, o piso com borda fendi se une ao linho da mesma cor, usado em todas as paredes.


Toques de brilho realçam persianas, abajures, mesa de centro em formato de concha, o espaço é composto de esculturas e um pavão azul.

mostra-black-Debora_Aguiar.jpg
mostra-black-Ambiente_Debora_Aguiar2.jpg

No ambiente da Arquiteta Débora Aguiar, há uma mistura de metais nobres com texturas aconchegantes em camurças, couros, sedas e veludos. O equilíbrio de contrastes buscou sofisticação, conforto e bem-estar.

Diferentes tipos de couro estão presentes nos elementos de alta costura e camurças revestem as paredes. As madeiras foram selecionadas para que os tons escuros contrastassem de forma harmônica com nuances de nude e fendi. Toques de cor estão em pequenos detalhes, como verde e azul-petróleo.

mostra-black-suite_arquitetosjpg.jpg

   




O escritório Suíte Arquitetos, o trio Carolina Mauro, Daniela Frugiuele e Filipe Troncon teve como conceito traçar um apartamento compacto no qual o luxo e sofisticação ressurgem de maneira inovadora.

Materiais sofisticados, como o piso de madeira carvalho europeu e a parede em mármore branco Paraná, resultam na paleta sóbria, o mobiliário traz exemplares de jovens designers.

mostra-black-Joao_Armentano.jpg

    

No ambiente de João Armentano, o formato oval do espaço foi trabalhado a fim de caracterizar a ambientação como intimista e acolhedora.

O tom escuro da madeira reforça esse conceito, tornando o décor ainda mais aconchegante.

No mobiliário, o uso de peças únicas de diferentes épocas, combinadas com peças contemporâneas e somado à mistura de materiais e texturas, traz sofisticação e modernidade.

As obras de arte de tons claros contrapõem de maneira equilibrada o tom predominante escuro do painel, formando pontos de luz.

mostra-black-Ambiente_Osvaldo_Tenorio.jpg


   

O arquiteto Osvaldo Tenório em seu espaço de 96 m² preserva o pilar da construção como uma memória da Oca.

A estrutura original e desgastada revela inúmeras camadas de tinta que recebeu ao longo de 60 anos de existência.

Em torno dele, Tenório configurou sala de estar e de jantar, onde o colecionismo é ressaltado a partir de exemplares do design brasileiro e obras de arte de diferentes nações.

A escolha de cada obra provoca e promove a personificação do espaço.

Fica aí a minha dica de eventos que valem a pena em São Paulo, infelizmente a Mostra Black terminou, mas já estou ansiosa para conferir a próxima edição de 2016! A mostra “Modernos e Eternos vai até dia 28/06 e a Casa de Vidro ficará aberta até dia 19 de julho!

A Exposição ficará até o dia 28 de junho e vale a pena conferir!



edninha.jpg
Sobre Edninha Figueiredo

Formada em Arquitetura pela Puc Campinas atua na área de projetos residenciais, corporativos e comerciais em Campinas e região.


Mestre em Arquitetura e Construção, seus projetos demonstram a influência de pesquisas desenvolvidas pela Unicamp com a linha de pesquisa sobre a influência das cores no conforto térmico do ambiente.


Foi professora de design de interiores em faculdades e cursos técnicos em disciplinas como conforto ambiental , cores, materiais e revestimentos.


Apresentadora de programas na Rede TV sobre dicas de cores e canal 8 sobre arquitetura e decoração.




www.ednafigueiredo.com.br